Geopix intensifica atividades no Rio Grande do Sul

01/09/2017
Arquivo web
Serão contemplados mais de 30 municípios que integram o consórcio assinaram contrato com a Geopix

Técnicos da equipe de campo da Geopix do Brasil já estão de malas prontas para seguir rumo ao Rio Grande do Sul. A partir da próxima semana, a empresa intensifica os trabalhos para a atualização do cadastro imobiliário em cerca 20 municípios gaúchos. Completadas as fases de planejamento e mapeamento das ações externas, a equipe deve chegar ao Sul do país ainda no fim de semana, para a etapa que compreende a implantação da rede geodésica municipal nas cidades associadas ao COMAJA – Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal dos Municípios do Alto Jacuí e Alto da Serra do Botucaraí. O serviço é resultado de um contrato com a entidade em parceria com a AMASBI (Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí).

O processo de contratação entre a Geopix e os municípios teve início logo que foi finalizada a licitação vencida pela empresa. Os contratos de prestação dos serviços foram assinados durante reunião realizada no dia 29 de junho, na cidade de Soledade. Evento que contou com presenças do presidente do COMAJA e prefeito de Saldanha Marinho, Volmar Telles do Amaral, presidente da AMAJA (Associação dos Municípios dos Alto Jacuí) e prefeito de Santa Bárbara do Sul, Mário Filho, presidente da AMASBI (Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí) e prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo, presidente da FAMURS (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul) e prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias de Oliveira, Secretário Executivo do COMAJA, João Ernesto Schemmer e o Diretor Técnico da GEOPIX, Luiz Fernando Lozi, além de prefeitos e representantes dos municípios que integram o consórcio.

Já concluída a adesão à ata de registro de preços pelos municípios, a equipe técnica chega no fim de semana à região para dar início aos serviços como a elaboração e implantação da rede geodésica municipal, o cadastramento e recadastramento imobiliário “in loco”, elaboração da base cartográfica (mapeamento cartográfico digital), construção da PVG – Planta Genérica de Valores, Implantação do software de SIG – Sistema de Informações Geográficas, Revisão do Conteúdo do Código Tributário Municipal e Treinamento aos servidores municipais, além do fornecimento de imagem de satélite de alta resolução e pós processamento.

O recadastramento imobiliário é uma exigência do Tribunal de Contas do Estado, que tem como principal objetivo a introdução de métodos de avaliação de imóveis que minimizem a injustiça tributária e que permitam à administração municipal potencializar a arrecadação tributária. Na prática, a Prefeitura precisa saber exatamente em que locais foram feitas alterações nas construções e atualizar os tributos compatíveis. Desta forma, somente pagará mais pelo imposto o contribuinte que realizou ampliações em suas edificações.

Pensando nesta adequação, o COMAJA abriu um edital de pregão presencial para a prestação de serviços de recadastramento imobiliário, com o objetivo de viabilizar um custo menor aos municípios consorciados. Para o presidente do COMAJA, Volmar Telles do Amaral, a modalidade de consórcio representa avanço para as cidades envolvidas. Segundo o gestor, o projeto ainda pode se tornar referência em todo o Estado. “Fizemos uma modalidade de pregão capaz de atingir até 500 mil casas. Um atrativo que continua a fazer com que cada vez mais municípios se associem. É mais receita para o município, o que resultará em mais investimentos”.

MAIS NOTÍCIAS

Geopix apresenta estudo sobre Lotes vagos em Goiânia

A partir da fotointerpretação de imagens aéreas obtidas em 2016, somadas a informações do cadastro imobiliário do município, a Geopix mapeou detalhadamente as 16 regiões de Goiânia, concluindo que pouco mais de 14% dos lotes encontrados estão vagos.

Servidores do Rio Grande do Sul recebem capacitação em SIG

O intuito do encontro é a capacitação dos profissionais que serão responsáveis pela operação da Plataforma SIG (Sistema de Informação Geográfica) que será utilizado na manipulação dos dados entregues aos municípios.

Cadastro Técnico Multifinalitário da Geopix chega a Pernambuco

O Cadastro Técnico Multifinalitário, como o próprio nome já diz é um conjunto de informações que podem ser aplicadas a muitos fins. Uma base de dados única, dotada de mapas integrados, imagens aéreas e o banco de dados do município.
(Site URL: http://geopix.com.br)
(Artigo URL: http://geopix.com.br/geopix-intensifica-atividades-no-rio-grande-do-sul/)